Alcançando metas de energia renovável com a tecnologia VSD na Cargill, Turquia

Desde a sua criação, a fábrica de Orhangazi da Cargill na Turquia reduziu sua utilização total de energia elétrica em, aproximadamente, 6.000 MWh e seu uso de gás natural em, aproximadamente, 1,7 milhão de sm³. No entanto, a fábrica continua a elevar o nível, acrescentando novos projetos de eficiência energética à sua agenda. Um desses projetos vem substituindo os compressores de velocidade fixa por compressores isentos de óleo resfriados a ar ZT 90 VSD FF de velocidade variável. A Cargill estabeleceu Metas de Sustentabilidade Ambiental que aumentam a eficiência energética e da água em 5% a nível global e melhoram a densidade dos gases do efeito estufa em 5%. A empresa havia estabelecido o objetivo de aumentar a sua utilização de energia renovável para 12,5% dentro de sua carteira de energia global. A Cargill já superou esse objetivo, e, hoje, as energias renováveis constituem 13,5% da carteira de energia da Cargill. A Cargill na Turquia está empenhada em atingir esses objetivos globais e, na sua Fábrica de Orhangazi, novos projetos de eficiência energética ajudarão a empresa a consumir menos e produzir mais.

VSD (Acionamento de Velocidade Variável) Soluções de recuperação de energia Compressores isentos de óleo Classe 0

A tecnologia de Acionamento de Velocidade Variável (VSD) substitui os compressores de velocidade fixa

Um desses projetos foi a substituição de compressores de velocidade fixa por compressores de ar ZT 90 VSD FF de velocidade variável, isentos de óleo, resfriados a ar. Os compressores de ar com parafuso isento de óleo da Atlas Copco, de fato, foram utilizados na fábrica desde a sua criação.
No entanto, como explica Mustafa Cem Bilge, gerente de Manutenção da Fábrica de Orhangazi: "A especialidade deste novo compressor é a capacidade de mudar a sua velocidade e, consequentemente, a vazão de saída, de acordo com a exigência de nossa meta de produção. Uma vez que a velocidade e a vazão de saída de um compressor de parafuso são diretamente proporcionais à potência consumida, isso torna este processo muito eficiente."
O ar comprimido é utilizado como uma fonte de energia ou como parte integrante do processo de produção em quase todas as indústrias em todo o mundo. Assim, cerca de 10% da energia total consumida para a produção global resulta da utilização de sistemas de ar comprimido.
Os compressores de velocidade variável podem economizar 35% em energia. Além disso, nossos compressores oferecem a capacidade de recuperar o calor rejeitado e reutilizá-lo durante o ciclo de produção na forma de água quente, o que melhora, ainda mais, a eficiência geral de qualquer sistema de ar comprimido e reduz o consumo total de energia.

Sem necessidade de água de resfriamento

Outra vantagem dos nossos compressores de ar isentos de óleo é que eles não requerem água de resfriamento. Cem Bilge explica que, para fornecer água de resfriamento para operar os compressores antigos, ele precisava operar a bomba continuamente. "Eu me livrei disso também. Quando a Atlas Copco ofereceu seus novos compressores isentos de óleo, resfriados a ar, com velocidade variável, a Cargill na Turquia e a Fábrica de Orhangazi perceberam que esses recursos ajudariam a empresa a atingir seus objetivos de eficiência energética. "Projetamos o design da instalação do compressor junto com o Sr. Bilge", diz Veli Ozgun Senol, engenheiro de Vendas da Atlas Copco. "Ambas as empresas têm uma forte consciência ambiental, e estamos confiantes de que, na Fábrica de Orhangazi, a Cargill conseguirá atingir uma economia de energia substancial."

“Priorizamos projetos de eficiência energética e escolhemos equipamentos que possam trabalhar por mais tempo com menos energia. Nós preferimos compressores de velocidade variável isentos de óleo porque coincidem com nossos objetivos de sustentabilidade e eficiência.”