A Hoffman Mineral usar o soprador de parafuso isento de óleo ZS 132

Para seu processo de esmagamento e refino de terra silicosa, a Hoffman Mineral usa o soprador de parafuso ZS, oferecendo ar limpo, eficiente e isento de óleo para transporte pneumático e separação de ar.

isentos de óleo Sopradores Classe 0 Soluções de AR inteligentes Parafuso rotativo

A Hoffmann Mineral necessita de 5000 metros cúbicos padrão de ar comprimido isento de óleo por hora, com uma pressão de 0,8 bar e a uma temperatura definida. O fabricante considerou que a Atlas Copco oferecia a solução mais eficiente para esta finalidade. O soprador de parafuso ZS 132 da Atlas Copco proporciona a regulação precisa necessária para o processo e consome menos um terço de energia do que a segunda melhor solução disponível para fornecer o volume do caudal necessário.

A automação exige ar comprimido limpo e confiável 24 horas por dia, todos os dias

“Nosso setor envolve um nível muito alto de automação,“ explica o Dr. Karlheinz Schmidt, diretor gerente de produção e tecnologia na empresa de processamento de terra silicosa Hoffmann Mineral GmbH, sediada em Neuburg an der Donaum na Alemanha. “Investimos muito, incluindo investimentos anticíclicos, e estamos crescendo constantemente. Nosso investimento mais recente é um moinho de separação de ar, incluindo um separador, que podemos usar para esmagar os aglomerados de terra silicosa resultantes do tratamento de aquecimento em uma nova etapa do processo anterior.”

“O elemento chave é que, ao contrário da maioria dos outros moinhos, este não funciona mecanicamente, mas usando ar comprimido. O processo é muito mais sutil — para o produto e para as máquinas.”

Dr. Karlheinz Schmidt, Diretor gerente de produção e tecnologia na Hoffman Mineral GmbH

Afinal, moinhos mecânicos, ou “de impacto”, funcionam de forma muito abrasiva: há desgaste após alguns milhares de horas de operação e a abrasão causa impureza do produto fabricado. “Os produtos ficam cinza e condutores,” diz o engenheiro, continuando sua explicação. Para a ampla variedade de aplicações dos nossos clientes, nenhuma dessas propriedades é desejável.”

Os produtos da empresa são usados industrialmente como aditivos para borracha (cerca de 70%), tintas e vernizes. Na Atlas Copco, a empresa encontrou o que procurava — na forma do soprador de parafuso compressor isento de óleo, o modelo ZS 132, cuja velocidade de rotação é controlada por meio de um conversor de frequência individual. “A vantagem é que a máquina é concebida para fornecer pressões de 0,3 –1,2 bar e é capaz de gerar precisamente a pressão de que precisarmos. Com outro compressor de parafuso, teríamos que compactar a 3 bar e depois descompactar novamente, que estava fora de questão.” Eles também descartaram a abordagem alternativa de usar um soprador de lóbulos: Ele só era capaz de fornecer uma pressão de 0,9 bar e teria sido forçado ao limite.

“A potência instalada é de 132 kW. Isso é muito meno9r que os 200 kW da próxima melhor solução, que é oferecida por outro fornecedor. Isso significa que, em capacidade total, a máquina usa pelo menos um terço a menos de energia.”