Nossas soluções
Ferramentas e Soluções Industriais
Soluções
Indústrias atendidas
Ferramentas e Soluções Industriais
Energia Portátil
Soluções
Produtos
Energia Portátil
Energy Storage Systems
Specialty Rental - Locação de soluções especializadas
Soluções
Indústrias atendidas
Recursos
Compressores
Soluções
Produtos
Compressores
Produtos e soluções
Soluções
Perfuratrizes
Produtos e soluções
Sistemas de armazenamento de energia

Estação de Tratamento de Efluentes: por que o equilíbrio da vazão de ar é tão importante?

Entenda as vantagens de ter a quantidade exata de oxigênio neste processo e garanta máximo desempenho da sua ETE

Estação de tratamento de efluentes - Atlas Copco

Você sabe como ocorre a degradação da matéria orgânica em uma Estação de Tratamento de Efluentes (ETE)? Em um tanque de aeração, esses resíduos se transformam em alimentos para bactérias. Durante a “digestão”, elas produzem dióxido de carbono, gás nitrogênio e água. Para isso, precisam de oxigênio, presente no ar fornecido por sopradores.

Para garantir a eficiência desse processo, é preciso controlar a quantidade de oxigênio adicionada ao tanque, viabilizando o equilíbrio perfeito da vazão de ar: nem mais, nem menos que o necessário.

O que ocorre se há muito ar no processo de tratamento?

Ao se inserir muito oxigênio, as bactérias multiplicam-se com maior velocidade.

| Consequências |

Alta produção de lodo, o que automaticamente:

  • gera despesas para controlá-lo, incluindo a secagem do lodo e limpeza do local;
  • desequilibra o processo, impactando a gestão;
  • aumenta a densidade das bactérias, sobrecarregando os filtros de membrana e demandando mais manutenção;
  • demanda mais oxigênio, o que significa mais gasto de energia (afinal, se há mais lodo, é preciso inserir mais ar ao processo).

O que ocorre se há pouco ar no processo de tratamento?

Com pouco oxigênio, as bactérias podem morrer de fome, sem respirar.

| Consequências |

Isso pode gerar mau cheiro e demora no processo de tratamento.

Qual é, então, o parâmetro de equilíbrio ideal para vazão de ar de uma Estação de Tratamento de Efluentes? 

Para garantir o equilíbrio da estação e um menor gasto de energia, o soprador utilizado deve garantir uma boa variação de vazão de ar, superior a 70%. 

Quando um soprador trilobular está funcionando a plena carga, no entanto, nem sempre o equilíbrio de vazão necessário é alcançado. Esse problema não acontece em sopradores de parafuso.

Resumindo: quais são os benefícios do equilíbrio da vazão de ar? 

  • Evita a perda de energia no processo, já que o soprador correto operando em baixa rotação tem um menor consumo de energia.
  • Reduz os maus odores na Estação de Tratamento de Efluentes.
  • Reduz a chance de produção em excesso de lodo e despesas adicionais.
  • Garante o tempo correto de tratamento.

A Atlas Copco possui uma extensa linha de sopradores de alta tecnologia que garantem máxima eficiência energética no tratamento de efluentes industriais.

Conheça nossas soluções.

Certifique-se que você está utilizando a tecnologia mais eficiente para a sua Estação de Tratamento de Efluentes. Converse com nossos especialistas!

Compressores de ar Sopradores ZS Indústrias Produtos ZB