Como deixar o seu sistema de ar comprimido pronto para o inverno?

Installing an Air Compressor Compressor Installations How-To Compressed Air Wiki Compressors

Concentrar-se na manutenção e garantir operações adequadas é uma prática padrão que a maioria das instalações segue. Isso é especialmente verdadeiro quando se trata da preparação para os próximos meses de inverno. Qualquer pessoa que esteja utilizando equipamentos de ar comprimido no momento que a temperatura ambiente cai perto ou abaixo do ponto de congelamento deve conhecer algumas verificações simples necessárias para garantir que a produção esteja protegida e para evitar contas de reparo caras e desnecessárias.

1. O que considerar quando a temperatura cai?

A água de resfriamento ou o condensado do próprio ar comprimido podem ser uma área problemática. Independentemente do tipo de sistema que você tem, é fundamental certificar-se de que o sistema de resfriamento foi tratado, da mesma forma que o carro, para evitar o congelamento da água de resfriamento em baixas temperaturas. Certifique-se de que todos os drenos, sistema de tubulação, etc. que estão expostos (funcionam em uma área externa, por exemplo) estejam isolados, da mesma forma que você faria com o seu sistema de água em casa. Isso pode evitar não apenas trincas na tubulação, mas também impedir que o condensado entre no suprimento de ar.

Em casos extremos, pode ser benéfico adicionar também algum aquecimento residual (um elemento de aquecimento que corre ao longo da parte externa da tubulação ou do dreno). Isto é particularmente verdadeiro se você estiver usando um secador por refrigeração, onde o tubo exposto pode cair a uma temperatura mais baixa do que o ponto de orvalho no secador, resultando na presença de condensado após o secador. Em clima úmido, certifique-se de verificar as aberturas de entrada de ar para garantir proteção adequada contra o aumento de chuva (ou neve) soprando de fora, pois isso pode saturar o filtro de ar ou formar gelo na entrada de ar.

Dica útil: Se um compressor, secador ou separador de óleo-água estiver instalado, mas não em uso, recomenda-se retirar todo condensado ou água de resfriamento que não estiver tratado, pois isso resultar em rachaduras em tubos ou resfriadores.

2. Você já considerou obter um sistema de recuperação de calor?

Os compressores de ar são principalmente utilizados para fornecer a chamada quarta utilidade, ou ar comprimido, mas ao fazê-lo, os compressores de ar também geram grandes quantidades de calor, que podem ser recuperados e usados ​​em vários processos dentro de uma fábrica ou instalação. Em condições ideais, até 90% do calor produzido pela compressão de ar pode ser recuperado. Um sistema de recuperação de calor pode compensar o custo de produção de água quente para banheiros e limpeza de equipamentos e atuar como uma fonte de aquecimento para um espaço de trabalho, armazém, doca de carregamento ou passagem.

Busque incentivos ou subsídios de concessionárias locais para ajudar a compensar o custo de investimento em um equipamento novo e mais eficiente com recursos de recuperação de energia. Algumas concessionárias oferecem subsídios para promover a energia sustentável, que são usados para sistemas de recuperação de calor, e para substituir um compressor de velocidade fixa por um modelo de velocidade variável. Entre em contato com a concessionária local ou com um vendedor de equipamentos de ar comprimido para obter mais informações sobre essas ofertas especiais.

Dica útil: Se for muito desencorajador fortalecer o seu sistema de ar comprimido para climas mais frios, invista em um plano de manutenção contínua do seu fornecedor de compressores de ar. Unidades bem mantidas são geralmente as mais eficientes em termos de consumo de energia e sofrem menos paradas em comparação com as instalações que evitam colocar a manutenção como uma prioridade.

3. Verificar se há drenos com defeito

Os drenos de condensado podem ser um dos componentes mais ignorados ou esquecidos quando se trata de sistemas de ar comprimido. Muitas vezes esses drenos nem existem, ou estão instalados e mantidos fora da vista, fora da mente, o que, em ambos os casos, podem causar problemas. A principal função de um dreno de condensado é liberar a água indesejada de um equipamento específico, seja de um compressor de ar, um reservatório de ar, um secador e/ou um filtro. Estes drenos desempenham um papel importante, pois muitas vezes eliminam a necessidade de drenar manualmente o equipamento.

Os dois principais tipos de drenos encontrados nos sistemas de ar comprimido atuais são o temporizado e a válvula eletrônica de drenagem de perda zero. Os drenos temporizados são uma opção muito conhecida, pois são econômicos e fáceis de instalar, e bastante confiáveis. O problema com eles é que os intervalos entre os ciclos de drenagem precisam ser ajustados dependendo da época e/ou da necessidade da aplicação, pois uma temporização incorreta pode resultar na retenção de condensado, enquanto mantê-lo aberto por muito tempo desperdiça o ar comprimido desnecessário.

Atualmente, não há nenhum dreno eletrônico de resíduos mais conhecido, pois eles não desperdiçam ar comprimido durante a liberação de condensação e podem ser facilmente mantidos com um simples kit de remontagem. Considerando o pequeno orifício que esses drenos têm, é importante verificá-los e testá-los para garantir que a abertura esteja livre de quaisquer obstruções, permitindo operações adequadas. Como regra geral, os drenos devem ser reconstruídos e/ou substituídos pelo menos uma vez por ano e, considerando que é um produto barato, geralmente, a substituição não é feita por motivos de esquecimento, em vez da despesa em si. Adicione os drenos à sua lista de verificação de manutenção de rotina para garantir sua eficácia.

4. Manutenção dos filtros de ar

Assim como os drenos, os filtros são muitas vezes uma reflexão tardia quando se trata de sistemas de ar comprimido. No entanto, os filtros desempenham um papel importante na garantia da pureza do ar adequada necessária para uma determinada aplicação. Filtros bloqueados e ou supersaturados não terão a mesma capacidade de remover poeira, partículas, óleo e/ou líquido do ar comprimido, levando à uma possível contaminação. Além disso, filtros entupidos resultam em quedas de pressão no sistema, o que pode afetar a produção e desligamentos do equipamento, ou fazer com que o sistema de ar comprimido trabalhe mais e aumente o consumo de energia ao longo do tempo. Recomenda-se fazer verificações e manutenções programadas nos filtros de ar para garantir a pureza do ar adequada e operações contínuas. Recomenda-se a substituição anual do elemento filtrante para evitar quaisquer riscos.

5. Localizar e reparar vazamentos

É muitas vezes difícil localizar ou ouvir um vazamento de ar dentro do sistema de tubulação de ar comprimido, mas isso não indica que não há vazamentos de ar. Pelo contrário, dependendo da idade do sistema de tubulação e de sua configuração, os vazamentos de ar podem representar 25% ou mais do uso de ar comprimido dentro de uma determinada instalação. Os vazamentos de ar podem ser classificados como demanda de ar artificial, pois existem apenas para desperdiçar ar comprimido e não servem a nenhum outro propósito além de fazer com que o sistema de ar comprimido funcione de maneira ineficiente. Alguns vazamentos maiores podem ser ouvidos e podem ser facilmente reparados, mas são os menores que devem exigir mais atenção antes de se tornarem um problema maior e de causarem possíveis quedas de pressão e interrupções no processo de produção. Os vazamentos menores são difíceis de detectar; portanto, recomenda-se investir em uma auditoria de ar para reconhecer e reparar os vazamentos existentes, o que levará a uma maior produtividade e eficiência do sistema de ar comprimido.


Artigos relacionados

Como substituir um compressor de ar

Substituir o compressor antigo por um novo pode parecer um pouco assustador, mas é menos complicado do que parece. Vamos explicar o que você precisa considerar se estiver pensando em substituir o compressor de ar atual.

Qualidade do ar comprimido

Várias decisões devem ser tomadas ao instalar um sistema de ar comprimido a fim de atender às diferentes necessidades e fornecer a qualidade do ar correta.