Atlas Copco Brasil - Ferramentas e Soluções Industriais
Our solutions
Ferramentas e Soluções Industriais
Solutions
Indústrias atendidas
Ferramentas e Soluções Industriais
Energia Portátil
Solutions
Produtos
Energia Portátil
Energy Storage Systems
Atlas Copco Rental
Solutions
Compressores
Solutions
Produtos
Compressores
Produtos e soluções
Solutions
Sistemas de armazenamento de energia

3 coisas que você deve saber sobre as operações de furação com ferramentas manuais

Quando se trata de trabalhar com ferramentas de perfuração manuais, alguns fatores importantes e decisivos devem ser considerados para obter um melhor resultado.

Leia mais para saber as 3 coisas mais importantes sobre as operações de perfuração. 

1. Fatores decisivos: força de avanço, velocidade de corte e velocidade livre

Um ser humano comum é incapaz de atingir as forças de avanço usadas, por exemplo, em uma ferramenta de perfuração em coluna, exceto quando tamanhos de bit pequenos são usados. Na perfuração manual, é, portanto, necessário reduzir a força de avanço necessária selecionando o bit correto e a aplicação de uma técnica de perfuração. 

A velocidade com que as arestas de corte penetram o material é chamada de velocidade de corte. É zero no centro do furo e mais alto na periferia (circunferência externa), que também é onde é medido. A velocidade de corte é especificada em metros por minuto (m/min). Diferentes tipos de material exigem diferentes velocidades de corte. 

A velocidade livre de uma ferramenta de perfuração é especificada em um número de rotações por minuto (rpm) e é indicada na placa de classificação da ferramenta.

2. A coroa de perfuração

Há três pontos para se ter em mente sobre brocas: o material da broca, o tratamento de superfície da broca e o tipo de broca. Aço de alta velocidade é o material mais comum utilizado na fabricação de brocas. As brocas de carboneto cimentado são importantes para materiais altamente abrasivos, como compósitos com reforço de fibra de vidro, fibra de carbono ou fibra de kevlar, para garantir que possam ser usados por um período razoável de tempo entre afiações. 

Por outro lado, as brocas temperadas a vapor têm menos atrito devido à sua superfície mais lisa, de modo que os materiais perfurados não ficam presos tão facilmente e também são protegidos contra corrosão. Existem três tipos de brocas e a regra é que elas trabalham de diferentes formas: broca de trabalho, broca espiral rápida e broca espiral lenta. O que varia é o ângulo e o material para que são recomendados.

3. A ferramenta de perfuração

Quando se trata de operações de perfuração manual, é preciso ter velocidade e precisão. As máquinas também devem ser leves e fortes, a fim de evitar a fadiga do operador. As perfuratrizes pneumáticas são compactas e leves, de modo que são fáceis de segurar e adaptadas para a anatomia da mão e braço.

Existem basicamente 4 tipos diferentes de perfuratrizes: 

1. Perfuratrizes tipo pistola

2. Perfuratrizes retas

3. Perfuratrizes angulares

4. e Perfuratrizes com parafuso roscado

Cada tipo específico de perfuratriz é adequado para o ambiente de trabalho do operador e influencia diretamente sua ergonomia.

Posturas desconfortáveis são comuns em operações de perfuração manual, mas esse problema pode ser, muitas vezes, evitado com o uso do tipo correto de ferramenta.

Principais aprendizados

  • Ao perfurar em uma posição alta, use uma ferramenta de perfuração reta
  • Ao perfurar em uma posição baixa, use uma ferramenta de perfuração tipo pistola

Para saber mais ou agendar uma demonstração do produto, entre em contato com a Atlas Copco hoje mesmo.

Articles Drills