Atlas Copco Brasil - Ferramentas e Soluções Industriais
Our solutions
Ferramentas e Soluções Industriais
Solutions
Indústrias atendidas
Ferramentas e Soluções Industriais
Energia Portátil
Solutions
Produtos
Energia Portátil
Energy Storage Systems
Atlas Copco Rental
Solutions
Compressores
Solutions
Produtos
Compressores
Produtos e soluções
Solutions
Sistemas de armazenamento de energia

Qualidade além do torque

Mais do que torque

Em blogs anteriores, analisamos as inspeções de qualidade que estavam todas relacionadas a torque. Os posts que abordam isso são:

Certamente, essas inspeções são importantes para que uma fábrica verifique a qualidade de seus apertos; porém, existem outras coisas mais no processo de produção além do aperto. A qualidade dos produtos depende também da moldagem, pintura, costura, soldagem, processos de colagem etc.

Outras variáveis precisam ser inspecionadas. Neste post, tentaremos criar uma ordem com classificações fáceis. Podemos dividir todas as inspeções que não exigem torque em duas categorias principais:

  1. Inspeções qualitativas
  2. Inspeções quantitativas

Quantidade

As inspeções quantitativas são aquelas que têm um resultado numérico. Todas as inspeções de torque se enquadram nessa categoria, por exemplo.

Outros tipos de inspeção que podemos pensar são inspeções de comprimento, onde as dimensões dos componentes ou do produto em si estão sendo coletadas. Ou a quantidade de líquido em um recipiente pode ser medida para uma inspeção de volume.

Em todos esses casos, os inspetores coletam uma série de amostras numéricas. Já conhecemos uma ferramenta estatística que nos ajuda a avaliar um conjunto de amostras numéricas, que é o Cm/Cmk.

Nesse caso, falaríamos sobre um Cp/Cpk, pois o "P" significa processo, em vez do "M" que significa máquina. As fórmulas são as mesmas; no entanto, as alterações de nome são porque estamos analisando a saída de um processo e não o comportamento de uma máquina.

Qualidade

Por outro lado, as inspeções qualitativas não coletam um valor numérico. Um exemplo pode ser uma verificação visual de um assento em busca de defeitos como rugas ou rasgos.

Nesse caso, não existem valores numéricos a serem coletados, mas também estamos coletando dados. Aqui, estamos coletando conjuntos de informações que representam possíveis falhas em um produto. A ferramenta estatística que pode ajudar neste cenário é o diagrama de Pareto.

O diagrama de Pareto nos fornece uma representação gráfica das ocorrências. Quanto mais ocorrências tivermos de um evento específico, mais alta será a barra que representa o evento. Esses diagramas ajudam as equipes de qualidade a abordar primeiro os casos que geram a maioria das ocorrências e, portanto, os principais defeitos de qualidade.

Para saber mais sobre nossos produtos que podem ser usados para inspeções quantitativas e qualitativas, acesse as páginas dos produtos STpad e STpalm.

Tem alguma pergunta? Deseja agendar uma visita às suas instalações? Entre em contato com a Atlas Copco hoje mesmo.

Articles Quality Quality assurance and manual fastening Quality Assurance Industries