Produtividade impulsionada à frente

20 de Abril de 2017

Encontrar novas formas de realizar operações mais eficientes e menos caras é um desafio. As minas da KGHM na Polônia descobriram que o uso dos produtos e serviços da Atlas Copco forneceu-lhes as ferramentas necessárias para atingir os seus objetivos.

"Para a mineração ininterrupta, existe a necessidade de ser capaz de determinar se há distúrbios tectônicos ou descontinuidades do corpo de minério antes da frente de produção". Antes de 2009 a KGHM usava empreiteiros para perfurar a rede necessária de furos para recuperar testemunhos. Hoje, a mina está perfurando sua própria rede de furos e tem tido sucesso. A reputação da Atlas Copco de produtos e serviços superiores fez a KGHM Polska MiedŸ S. A. escolhê-la como fornecedor.

A KGHM Polska MiedŸ S.A. é uma empresa moderna e inovadora, não apenas uma empresa atraente para se trabalhar, mas também um ambiente amigável. A união desses dois aspectos constrói o valor e a imagem da Empresa. A Empresa trata a segurança dos funcionários e do ambiente como uma questão prioritária. 

No sudoeste da Polônia, a KGHM operava 3 minas de cobre/prata separadas em que muitos equipamentos da Atlas Copco estão em funcionamento.


 Um fator chave para manter as minas em funcionamento é a necessidade de reconhecer distúrbios tectônicos ou descontinuidades do corpo de minério à frente das amostras de minério. Em 2009, uma das minas decidiu investir em um kit de perfuração completo (carreta de perfuração de sondagem com testemunho e materiais de consumo) para tornar as operações mais eficientes e menos caras, perfurando sua própria rede de furos para recuperar testemunhos.


 A Atlas Copco foi escolhida como fornecedor selecionado com base na reputação dos seus produtos e serviços. A Diamec 262 foi recomendada devido às condições subterrâneas e ao trabalho previsto. A unidade de perfuração foi modificada para ser uma versão à prova de fogo para atender aos regulamentos da ATEX para todos os equipamentos de exploração subterrânea na mina. Um pacote de material de consumo com ITH Série O e ferramentas de diamante Excore completaram a entrega.


A experiência do contramestre Jan Jakubowicz na perfuração a céu aberto e subterrânea fez dele o melhor candidato da mina Rudna da KGHM para testar e introduzir o novo equipamento na mina. Logo de cara, o equipamento e as ferramentas da Atlas Copco proporcionaram desempenho superior em comparação com as operações das empreiteiras anteriores. A produção saltou de 6 m por turno para 15 m por turno, como melhor resultado. Isso é excepcional, pois o tempo de perfuração efetivo é de 3 a 3,5 h por turno, devido ao extenso deslocamento subterrâneo até o local de perfuração.


Outra surpresa positiva para a mina foi o consumo de coroas de perfuração. Anteriormente era necessário trocar a coroa a cada 100 a 150 m e agora a média para as coroas Excore BO 5-7 ECF13 8ww é de 700 m com a boa taxa de penetração de 20 a 25 cm/min em formação de dolomita competente. O melhor resultado atingido com uma coroa Excore 5 - 7 é de 1.500 m.


“"Hoje o custo das ferramentas de diamante tornou-se um trocadinho por metro perfurado. Logo de cara, todo o custo operacional do novo equipamento foi controlado com precisão para provar que o investimento foi correto. Estamos muito satisfeitos com os resultados."”

Jan Jakubowicz, Foreman KGHM Polska Mied S.A.

O próximo investimento da mina é o novo conjunto de montagem da cabeça e sobretorque Excore, que foi introduzido ao mercado em 2012 e tem feedback positivo, afirma Artur Makos, Gerente da Linha de produto, Ferramentas de Diamante de Alto Desempenho.