Novo teste do Symmetrix

19 de Junho de 2014

Drilcorp Ltd - novo teste do Symmetrix 131

A Drilcorp Ltd, com sede em Seaham, condado de Durham, ganhou um contrato de remoção de água em Aberdeen AB12 3QA, no nordeste da Escócia, que consiste em 220 furos escavados com uma profundidade total de 7,5 m. O local tem entre 5 m e 7 m de material residual composto por areia e cascalho de litologia mista e pedregulhos irregulares pedras grandes e matacos de granito, tudo isso sobre leito rochoso. Foi registrado que alguns matacos tinham mais de 1m de diâmetro. Esses estratos provaram ser problemáticos para os perfuradores no local.

“John ficou tão impressionado com o nosso equipamento e disponibilidade que ele concordou em adquirir um segundo sistema Symmetrix, incluindo um segundo martelo COP 54 com base nas nossas recomendações, na hora.”

James Mollon, Gerente da área de Vendas no Reino Unido

O Diretor da Drilcorp Ltd, John Gowans, pediu-me uma proposta para uma solução à situação no local e a escolha óbvia era o novo Symmetrix recuperável Modelo N R168/10-132 completo com um novo martelo Secoroc COP 54 para operá-lo. Montei o pacote e o entreguei no local. Na quinta-feira, dia 19/6/14, fui ao local, em Aberdeen, para fazer o comissionamento do novo sistema e verificar se os operadores estavam utilizando-o corretamente. A carreta de perfuração era uma Massenza MI6 com cabeça inclinável e curso de 3,6m, e o compressor era uma unidade Ingersoll Rand 400 cfm/200 personalizada. Configuramos o novo sistema e começamos a perfurar às 12h 10, operando o compressor a 10 bar com baixa velocidade de rotação (sem manômetro na carreta) e encontramos muitas pedras roladas grandes que não eram compatíveis com o sistema.


Os operadores estavam muito apreensivos ao usarem o novo kit na frente de um funcionário da Atlas Copco, mas ainda conseguiram fazer o furo escavado na profundidade total às 12h40. O operador brincou que demoraria mais tempo para tirar o revestimento do que perfurar o furo (que eu fiz). Pessoalmente, eu já perfurei condições de solo semelhantes usando o projeto antigo do sistema N Symmetrix recuperável e fiz isso por alguns anos, e posso confirmar que o novo projeto do Symmetrix "é uma arma!". A capacidade de descarga melhorada aumentou notavelmente o sistema e, sob o ponto de vista da qualidade, deveria conseguir aguentar muito mais do que o antecessor. Mesmo apenas perfurando 7,5 m nesse local, pude ver uma enorme melhoria. O travamento da carreta para dentro e para fora do ring bit também melhorou drasticamente, com menos rotação necessária, devido a 5 pontos sem travamento. Ele desliza ininterruptamente em posições travadas e não travadas sem esforço e isso também foi percebido pelos operadores da Drilcorp Ltd.


Durante a visita, conversei ao telefone várias vezes com John Gowans em relação ao nosso progresso. John ficou tão impressionado com o nosso equipamento e disponibilidade que ele concordou adquirir um segundo sistema Symmetrix, incluindo um segundo martelo COP 54 com base nas nossas recomendações, na hora. Atualmente, esse segundo sistema está em preparação para envio para o local, adaptado para uma Berreta T44. O teste também produziu alguns pedidos extras de materiais de consumo, incluindo nosso óleo para martelo Matex, seguro para o ambiente. Também ajudou a construir um relacionamento forte e bem-sucedido com o cliente e ajudou a garantir pedidos futuros. Atualmente, existe interesse nesse sistema por parte de três outras empreiteiras, incluindo a Greencat Renewables, do oeste de Lothian; Geodrill Ltd, do condado de Durham, e os escritórios da Escócia e da Inglaterra da Soil Engineering. Farei planos para que essas outras empreiteiras façam testes e comprem esses sistemas assim que locais adequados estiverem disponíveis.

Relato de cliente