A PowerROC T50 fornece poderoso desempenho na tropical Indonésia

30 de Junho de 2016

Rocha arenosa e abrasiva é um desafio complexo para os mineiros de cobre da remota Ilha de Wetar da Indonésia. O despertar de ‘uma fera’ levou a perfuração de alto desempenho a um novo patamar.

Entre os milhares de ilhas que formam o arquipélago tropical da Indonésia, poucos turistas descobrem a afastada Ilha de Wetar, nas partes remotas da Província de Maluku. Rodeada por recifes de coral e caracterizada por picos montanhosos, a Ilha de Wetar é o lar de apenas 9.000 habitantes e a única forma de chegar lá é de barco ou barcaça, partindo de vários portos do continente. Aqui, no centro-norte da costa da ilha, a empresa empreiteira de mineração e aluguel de equipamentos PT Madhani Talatah Nusantara recebeu a tarefa de desenvolver o recurso no Wetar Copper Project - uma mina de cobre que tem uma vida projetada de 10 anos e alto grau de cobre de 2,4% Cu. O Wetar Copper Project é de propriedade da PT Batutua Tembaca Raya, uma subsidiária da Finders Resources Limited. Nos seus esforços para atingir novas seções da jazida da mina, foi necessária uma potente solução de perfuração, capaz de processar condições de solo complexas.

Rocha dura, cortes pesados

A estrutura geográfica difícil da mina envolve rocha arenosa e abrasiva com densidade de até 4,2 toneladas/m3. Isso impôs um desafio considerável aos perfuradores no local, porque a confiabilidade de serviço do equipamento também era crucial e encontrar a solução de perfuração com martelo de superfície certa com potente descarga de ar para extrair os cortes era uma prioridade. “A primeira coisa a considerar era o local remoto desse projeto, que necessitava de uma perfuratriz que proporcionasse confiabilidade uniforme”, diz Trevor Howie, Gerente Geral de Operações da Madhani. “Também consideramos a velocidade furo acima necessária para extrair os cortes de perfuratriz pesados e a PowerROC T50 fornecia essa velocidade necessária. Estamos contentes com o desempenho da PowerROC T50 e com o serviço pós-vendas da Atlas Copco, confirmando que selecionamos a perfuratriz certa em Wetar.” Devido às condições de rocha arenosa, a altura da bancada foi ajustada em 6 m, com uma carga de 3,5 m e um diâmetro de furo de 102 mm. Para enfrentar esse desafio, duas unidades de perfuração PowerROC T50 equipadas com perfuratrizes COP 3060 hastes de perfuração T-Wiz 60 foram postas para trabalhar.

Desempenho do controle de teor

De acordo com Nick Holthouse, Gerente de Terraplenagem na PT Batutua Tembaga Raya, os resultados da operação das unidades de perfuração em turnos de 11 horas, 7 dias por semana, foram mais que satisfatórios, especialmente no controle de teor da mina. “As carretas de perfuração funcionaram bem nos tipos de minério altamente abrasivos e densos. A capacidade dessas carretas de perfuração para levantar os cortes pesados produzidos durante a perfuração é de suma importância para atingir uma amostra de boa qualidade, o que é essencial para o programa de controle do teor da operação.” Usando a PowerROC T50, 17,5 m foram perfurados por hora por carreta de perfuração, com consumo médio de combustível de 21,7 litros por hora, o que permitiu alta produtividade e eficiência. Taufik Pribadi, Gerente de Projeto na PT Madhani, afirmou: "Durante a inicialização, um técnico da Atlas Copco forneceu-nos treinamento sobre resolução de problemas, orientação sobre como ler os diagramas hidráulico e elétrico e explicou as estruturas e funções da PowerROC T50. "Temos agora o conhecimento para executar a solução de problemas, mas se houver algo que estiver fora do nosso escopo, podemos ligar para a equipe de serviço e receber uma resposta rápida. “Felizmente, ainda não tivemos nenhum problema. A PowerROC T50, com o seu sistema simples, é muito estável.” As unidades de perfuração atingiram uma taxa líquida de penetração de até 3 m/min. A limpeza do furo era garantida graças à elevada velocidade do ar de descarga, que resultou em furos retos sem desvio e um risco minimizado de bloqueio da coroa. Tendo operado a PowerROC T50 durante a inicialização, o Instrutor de Perfuradores Tidar Sumarsomo salienta a importância da clareza e simplicidade no tocante aos comandos da carreta de perfuração. "A PowerROC T50 é fácil de operar. Posso começar a perfuração facilmente após uma breve instrução e a perfuração é realmente rápida", afirma. "Acima de tudo, não preciso me preocupar com estruturas complicadas que não entendo. Todas as ligações mecânicas e elétricas são marcadas e etiquetadas claramente. “É como uma fera”, conclui. "Poderosa, mas fácil de entender.”

2016 Relato de cliente Carretas de perfuração a céu aberto Surface mining & quarrying