Nota máxima em Svappavaara para a FlexiROC T45

13 de Agosto de 2013

A gigante do minério de ferro, LKAB, colocou a nova carreta de perfuração de superfície FlexiROC T45 em testes na sua operação a céu aberto em Svappavaara, no norte da Suécia. Os resultados foram tão dramáticos quanto a paisagem.

A nova unidade de perfuração FlexiROC T45 da Atlas Copco, apresentada este ano na feira Bauma, na Alemanha, é consideravelmente menos "beberrona" e mais eficiente no geral do que a sua antecessora, a ROC F9. Essa é a conclusão na mina a céu aberto de Svappavaara, no extremo norte da Suécia, que está sob propriedade e gestão da LKAB, uma das maiores empresas de mineração do mundo.

Durante os testes na mina, a carreta de perfuração, equipada com a perfuratriz COP 2560, registrou impacto 500 horas, 200 horas de martelo e um total de 12.500 metros de perfuração. Ela costumava perfurar furos de 89 mm até uma profundidade média de 15 m, sobretudo em rocha rica em ferro.

O Técnico de Serviço da Atlas Copco, Patrik Lindqvist, afirma: "A maior vantagem da FlexiROC T45 é, sem dúvida, o consumo de combustível. Com o motor Tier 4 e o sistema de purificação do escapamento, ela usava 20,5 litros de diesel por hora, em comparação com os 35 litros para a ROC F9. É uma grande redução no custo operacional, bem como nas emissões de CO2."

Ar sob demanda

Lindqvist explica que a FlexiROC T45 opera sob demanda. "O operador informa a quantidade de ar que é necessária para o compressor e é exatamente essa quantidade de ar que ele recebe. Anteriormente, o ar de carga total era sempre fornecido, o que significa que uma grande quantidade de diesel estava sendo usada à medida que a carreta de perfuração precisava ser operada em rotação mais alta. Ocorria o mesmo com o sistema hidráulico. No entanto, com a nova carreta de perfuração, você recebe simplesmente a quantidade de pressão que pede. Não existe desperdício e você pode economizar combustível." Leia o artigo completo na Construção e Exploração Mineira online.

Pedreira 2013 Relato de cliente