Nossas soluções
Ferramentas e Soluções Industriais
Soluções
Indústrias atendidas
Ferramentas e Soluções Industriais
Energia Portátil
Soluções
Produtos
Energia Portátil
Energy Storage Systems
Atlas Copco Rental
Soluções
Compressores
Soluções
Produtos
Compressores
Produtos e soluções
Soluções
Sistemas de armazenamento de energia

Compressores Y35 produzem ar para a perfuração das estacas dos pilares da ponte

9 de Janeiro de 2019

O projeto da ponte de Vekaransalmi, que irá substituir a antiga conexão de balsa por uma ponte permanente, começou no início de 2018. Além da ponte, serão construídos aproximadamente 1,5 km de novas vias públicas com arranjos rodoviários privados. O objetivo é melhorar o tráfego. Quando estiver pronta, a ponte de Vekaransalmi, de 639 metros de comprimento, será a quinta maior ponte da Finlândia. A largura da ponte será de 9,5 metros com vão livre vertical de de 24,5 metros. A construção da ponte será concluída até o final de 2019.

O projeto foi encomendado pela Agência de Transportes Finlandesa, e a empresa implementadora é a Graniittirakennus Kallio Oy. A Destia Engineering subcontrata as estacas perfuradas, 4 a 8 para cada pilar no meio da água. O trabalho preliminar é a parte mais demorada. Primeiro, precisava ser construída uma ponte flutuante para suportar o maquinário e permitir o trabalho. As paredes de estacas-pranchas (T2 e T5) e os poços de cimentação para pontes (T3 e T4) serão construídos em torno das placas de base dos pilares para manter a água fora da área de despejo do concreto. A perfuração em si será feita a partir da ponte flutuante através da água e da moraina no leito rochoso, descreve Mika Inkerö, Gerente de Projeto da Destia.

Perfurar as estacas na rocha exige 240 m³/minuto de ar comprimido. Seis compressores de ar Y35 lubrificados da Atlas Copco Rental foram utilizados para a perfuração. A grande quantidade de ar permite perfurar mais com menores custos totais por metro. O uso de seis compressores DrillAir Y35 deve permitir que a Destia mantenha o cronograma planejado e a relação custo-eficácia. A empresa tem conseguido reduzir o número de máquinas no local da obra devido ao alto rendimento do compressor Y35, continua Inkerö.o

Temos muita experiência no escoramento de trabalhos de perfuração debaixo d'água. Neste outono, investimos particularmente na disponibilidade de compressores Y35 e na suplementação de compressores elétricos na Europa, como o compressor E-Air T900

Stefan Koskinen , Gerente de Território da Atlas Copco Rental para a Finlândia
Os compressores Y35 produzem ar com injeção de óleo em vazões de ar de até 35 bar e 40 m3/min. O compressor é equipado com um poderoso motor Stage IV que ajuda a reduzir emissões nocivas. O motor Stage IV reduz as emissões de partículas e o teor de NOx em 50 a 96% mais que os modelos anteriores. O consumo de combustível também é significativamente menor. Ele pode fornecer ar para diversos usos industriais, mantendo a eficiência ideal, independentemente da velocidade do vazão.


Leia mais sobre o projeto de construção da ponte

Para obter mais informações, entre em contato com:

Atlas Copco é uma empresa líder mundial no fornecimento de soluções para produtividade sustentável. O grupo atende a clientes com compressores inovadores, soluções de vácuo, geradores, bombas, ferramentas elétricas e sistemas de montagem. A Atlas Copco desenvolve produtos e serviços voltados para produtividade, eficiência energética, segurança e ergonomia. Fundada em 1873, está sediada em Estocolmo, Suécia, e abrange mais de 180 países no mundo todo. Em 2017, a Atlas Copco (sem levar em conta a Epiroc AB) faturou 86 bilhões de coroas suecas (9 bilhões de euros), e cerca de 34.000 funcionários. Saiba mais em www.atlascopcogroup.com.

Specialty Rental é uma divisão da área de negócios Power Technique da Atlas Copco. Ela atende a clientes de todos os segmentos da indústria em todo o mundo com soluções de locação de ar, energia, vazão, vapor e nitrogênio temporárias, oferecendo serviços especializados de aluguel sob várias marcas. A sede está localizada na Bélgica.