Nossas soluções
Ferramentas e Soluções Industriais
Soluções
Indústrias atendidas
Ferramentas e Soluções Industriais
Energia Portátil
Soluções
Produtos
Energia Portátil
Energy Storage Systems
Atlas Copco Rental
Soluções
Compressores
Soluções
Produtos
Compressores
Produtos e soluções
Soluções
Sistemas de armazenamento de energia

O que a pandemia nos ensinou sobre Opex & Capex nas indústrias?

Ninguém previa que uma pandemia irromperia causando tantas instabilidades. Em cenários de incerteza, com mudanças bruscas e extremas, como estar preparado para reagir rapidamente?

Solicitar informação

Diminuição abrupta de demanda

Imagine uma indústria que em Dezembro de 2019 implementou um projeto de ampliação de capacidade produtiva em 50%. Ela investiu em uma série de equipamentos, mas para nos atermos ao foco deste blog, vamos nos concentrar nos novos compressores de ar, caldeiras de vapor e tubulações adicionais que ela adquiriu para interconectar todo o novo maquinário.

Na virada do ano ela aproveitou para preparar tudo para 2020, que veio trazendo queda de demanda a ponto de no segundo semestre o nível de prejuízo ser histórico. Diferentemente de outras épocas, este resultado negativo foi melhor aceito por acionistas, pois era derivado de uma tragédia mundial. 

Mas na contabilidade desta indústria, cujas planilhas só aceitam números, sem se importar com o contexto, todos os investimentos feitos anteriormente, aumentaram ainda mais o péssimo balanço financeiro.

Também os equipamentos, que são alheios ao motivo de sua parada, simplesmente começam a sofrer os efeitos desgastantes da inatividade.

Aumento explosivo da demanda

Nesta indústria imaginária de nosso exemplo, vamos supor que ela produz bens de consumo que as pessoas desejam comprar, mas que em função da pandemia, decidiram adiar.

Então as coisas vão melhorando ao longo do ano e, em 2021 muitos dos consumidores que tinham adiado a compra se animam e voltam a comprar. É criado um efeito “estilingue”, onde a demanda reprimida de um ano todo é liberada e acelera rapidamente. 

Ótima notícia para esta nossa indústria, mas até o ponto em que este “tsunami” de demanda passa por cima até mesmo de sua nova e ampliada capacidade produtiva. Além dos 50% em cuja ampliação ela investiu, precisa agora de 110%. 

Solução para acompanhar oscilações e imprevistos

Em certo momento, a indústria de nosso exemplo decide locar equipamentos. Ar comprimido extra, geradores de nitrogênio emergencial para limpar e testar tubulações que passaram meses inativas, vapor adicional. Também são locados geradores de energia, pois no meio desse turbilhão, surge uma crise energética, com riscos de apagões, devido ao aumento repentino do consumo de recursos por parte de toda a economia.

Resultado de nossa história: a empresa teve um grande CAPEX, com baixo retorno e ao mesmo tempo precisou aumentar seu OPEX.

Não teria sido melhor se a empresa tivesse simplesmente ampliado sua capacidade via OPEX desde o início?

Gráfico mostrando relação de Capex com Opex durante pandemi

Impacto de custos de aquisição x custos de locação em relação a altas variações de demanda

É fácil observar que se tivesse simplesmente ampliado sua capacidade produtiva desde o início, exclusivamente através de locação de equipamentos, o impacto da queda abrupta de demanda teria sido totalmente amortecido pela redução imediata da quantidade de equipamentos locados. Por outro lado, no efeito rebote da demanda reprimida, a mesma capacidade produtiva que havia sido cancelada, pode retornar em questão de poucos dias, e também ser ampliada até o ponto necessário.

Mas quem iria prever que uma oscilação tão dramática iria ocorrer? Ninguém pode ser acusado de ter escolhido a opção errada quando se decidiu pela compra dos equipamentos. Nem mesmo o mais experiente planejador, munido das mais sofisticadas ferramentas de análise preditiva de dados seria capaz de sequer vislumbrar um cenário como o ocorrido entre o final de 2019 e meados de 2021.

A locação de soluções para reduzir CAPEX e responder com agilidade

No que tange à infraestrutura de produção industrial, existem muitas soluções inteligentes e modernas para conferir essa elasticidade conjuntural. A maioria delas, de locação. 

A modularidade nessas soluções é um diferencial importante. É possível desativar / incluir um módulo por vez sem interromper a produção. Estes módulos são “Plug & Play”, com instalação muito rápida,. Quanto às eventuais atualizações tecnológicas necessárias para manter o nível de entrega contratado, isso passa a ser responsabilidade do fornecedor da solução. Também podem estar incluídos nesse escopo a análise da demanda e todas as circunstâncias relacionadas à aplicação e o posterior desenvolvimento de projeto.

Outro aspecto importante é a mão de obra. Observe no gráfico que mesmo com a aquisição do equipamento, existe um OPEX para sua manutenção. No caso da locação, isto já está incluso, com a diferença que em caso de redução repentina dos trabalhos, não é preciso demitir nem realocar ninguém.

Para nosso futuro pós-pandêmico, já existe a oportunidade de fazer melhor. Aprendemos muito com os desafios impostos e no âmbito industrial, uma das maiores lições é o quanto nossos planejamentos podem ser quebradiços, se não tiverem a flexibilidade necessária para se moldar às forças do imprevisível. 

Conheça as soluções que ajudam a reduzir CAPEX e responder com agilidade às necessidades da indústria.

2021 Soluções Totais América do Sul