Instalar o motor pneumático

Um motor pneumático precisa de certa quantidade de ar e certa pressão para funcionar. Portanto, as mangueiras de fornecimento e exaustão devem ser bem dimensionadas.

Linha de ar

As linhas de ar muito extensas ou de dimensões muito pequenas ocasionam quedas de pressão. Isso gera perda de potência. A linha de exaustão deve ser maior do que a linha de alimentação. Isso ocorre porque o ar de exaustão ocupa um volume maior do que o ar de alimentação. Para uma pressão de entrada de 6,3 bar (= 7,3 bar absolutos) e uma pressão de saída de nível atmosférico (= 1 bar absoluto) o aumento de volume é um fator de 7,3 . Na prática, isso significa que, se as mesmas dimensões forem utilizadas para as linhas de entrada e saída, uma contra-pressão é criada e o motor perde a sua eficiência.

Preparação do ar

A fim de garantir um serviço de qualidade, um filtro de ar e um lubrificador (se o motor não for um motor ser lubrificação) devem ser montados na linha de ar de entrada - cerca de 5 metros do motor. É recomendável que um regulador de pressão também seja incluído no pacote de preparação. Este tem a função de manter a pressão de funcionamento desejada e pode ser utilizado para modificar a saída exatamente para satisfazer as necessidades da aplicação. Para lembrar: na seleção de um pacote de preparação, certifique-se de que todos os componentes têm uma capacidade de fluxo suficiente para satisfazer as necessidades do motor.

Lubrificação

Para obter a melhor performance e vida útil, um do motor pneumático deve ser abastecido com 50 mm³ de óleo para cada metro cúbico (1.000 litros) de ar consumido. Falta de lubrificação pode resultar em desgaste acelerado das palhetas e em uma redução no desempenho.