O desempenho de um motor pneumático

O desempenho de um motor pneumático depende da pressão de entrada.

Desempenho do motor pneumático

O motor pode operar ao longo de toda a curva de torque

Com uma pressão de entrada constante, os motores pneumáticos apresentam uma relação característica de torque/velocidade de saída. No entanto, com a simples regulagem do fornecimento de ar, a utilizando as técnicas de limitação ou de regulagem de pressão, a saída de um motor pneumático pode ser facilmente modificada. Uma das características dos motores pneumáticos eles que podem funcionar ao longo de toda a curva de torque da velocidade livre à velocidade de parada sem causar dano ao motor. A velocidade livre* ou velocidade de marcha lenta é definida como a velocidade de funcionamento em que não há carga no eixo de saída. *Velocidade livre = velocidade em que o eixo de saída gira quando não há carga aplicada.

A curva de potência

Curva de potência do motor pneumático

A potência que um motor pneumático produz é simplesmente o produto do torque e da velocidade. Motores pneumáticos produzem uma curva característica, com a potência máxima que ocorre em cerca de 50% da velocidade livre. O torque produzido nesse ponto é, muitas vezes, referido como "torque na saída máxima." Fórmula de saída: P = (π x M x n) / 30 M = (30 x P) / (π x n) n = (30 x P) / (π x M) P = potência [kW] M = torque [Nm] n = velocidade [rpm]

O ponto de funcionamento

Ponto de funcionamento do motor pneumático

O ponto de operação de um motor pneumático

Ao selecionar um motor pneumático, o primeiro passo é estabelecer o "ponto de operação". Esta é a combinação da velocidade de funcionamento pretendida para o motor e o torque necessário nesse ponto. Nota: o ponto da curva de torque/velocidade em que o motor de fato funciona é chamado ponto de operação.

Consumo de ar

O consumo de ar de um motor pneumático aumenta com a velocidade do motor e, por conseguinte, é mais elevado em velocidade livre. Mesmo na condição de parado (com toda a pressão aplicada) o motor consome ar. Isso depende da fuga interna no motor. Nota: o consumo de ar é medido em l/s. Contudo, este não é o volume real que o ar comprimido ocupa no motor, mas é medido como o volume que ocuparia se pudesse se expandir para a pressão atmosférica. Este é um padrão usado para todos os equipamentos pneumáticos.