Nossas soluções
Ferramentas e Soluções Industriais
Soluções
Indústrias atendidas
Ferramentas e Soluções Industriais
Energia Portátil
Soluções
Produtos
Energia Portátil
Energy Storage Systems
Atlas Copco Rental
Soluções
Compressores
Soluções
Produtos
Compressores
Produtos e soluções
Soluções
Sistemas de armazenamento de energia

Como não ser enganado pelo compressor de ar

E se o compressor que você acabou de comprar não entregasse a performance prometida?

Provavelmente a sua linha de produção seria prejudicada por um equipamento que não fornece a quantidade de ar comprimido adequada aos seus processos. Imagine ainda o transtorno que seria trocar esse compressor de ar, que envolveu uma série de custos para ser instalado. Isso sem falar no risco de uma parada de produção para a substituição da máquina. É por essas razões que o compressor precisa realmente cumprir com o desempenho anunciado pelo fabricante.

Mas, como ter certeza de que o equipamento não vai decepcionar nesse sentido?

É simples: basta saber se ele possui a certificação ISO 1217.

Não se trata de um selo que você vai encontrar estampado no chassi do compressor, mas sim de uma informação que o seu fornecedor deve lhe passar – ou que você deve perguntar a ele.

A ISO 1217 é um padrão internacional que estabelece critérios de medição de potência e vazão dos compressores de ar.

Na prática, funciona assim: depois que o fabricante conclui a montagem do compressor, o equipamento é testado pelo fornecedor antes de ser vendido aos clientes, como acontece com a grande maioria dos produtos. No caso da máquina de compressão, ela passa por uma sala onde o seu desempenho é testado. A ISO 1217, por sua vez, estabelece os parâmetros dessa medição, tais como: a temperatura da sala, os tipos de instrumentos utilizados na medição, a distância entre os equipamentos, dentre outros. As regras variam de acordo com o tipo de compressor, mas devem ser seguidas da mesma maneira por todos os fabricantes.

Blog Eficiência Energética

Margem de tolerância

Os testes vão comprovar se o compressor funciona como deveria. Existe um desvio padrão, uma espécie de margem de tolerância , que é de 4% (para mais ou para menos) nos equipamentos com vazão acima de 250 L/s, e de 5% para os equipamentos de menor vazão, entre 25 L/s até 250 L/s.

Quando os limites de desempenho são ultrapassados, significa que o compressor não passou no teste.

Ou seja, estamos falando de um equipamento com potência e/ou vazão abaixo ou acima do que se propõe a oferecer. Compressores que ultrapassam a margem de tolerância para cima, por exemplo, consomem mais energia do que deveriam.

A ISO 1217 é, portanto, a garantia de um produto que entrega o que promete. O problema é que até hoje não existe fiscalização específica para averiguar se as medições são feitas de acordo com as normas. Por isso, é importante levar em conta a reputação do fornecedor na hora de adquirir um compressor. As fabricantes com mais tempo de mercado construíram suas reputações sobre padrões de qualidade como a ISO 1217. Porém, é bastante comum encontrar equipamentos de fornecedores menores sem esse tipo de certificação. Muitas vezes essas empresas carecem de infraestrutura para fazer medições da maneira adequada, o que também envolve uma série de custos.

Fique de olho e consulte a documentação do equipamento para saber se ele foi testado da maneira correta.

Quer saber mais sobre compressores? Fale com um dos nossos consultores técnicos!

Compressores de ar Serviços Indústrias Produtos