Nossas soluções
Ferramentas e Soluções Industriais
Soluções
Indústrias atendidas
Ferramentas e Soluções Industriais
Energia Portátil
Soluções
Produtos
Energia Portátil
Energy Storage Systems
Atlas Copco Rental
Soluções
Compressores
Soluções
Produtos
Compressores
Produtos e soluções
Soluções
Sistemas de armazenamento de energia

5 dicas para evitar uma parada de produção inesperada

5 dicas para evitar uma parada de produção inesperada

Quando um compressor quebra, uma série de custos e transtornos podem prejudicar a rentabilidade e reputação de sua empresa. Prevenir uma parada de produção inesperada, por sua vez, é bem mais simples do que lidar com as consequências de um equipamento danificado.

Veja a seguir uma lista de recomendações para evitar que o compressor seja responsável por uma parada de produção inesperada.

#1 Siga as instruções do manual

Cada modelo de compressor vem acompanhado de um manual relacionando itens a serem verificados periodicamente. É importante seguir essas recomendações, respeitando os prazos estabelecidos para checagem de nível de óleo, limpeza do equipamento, verificação de funcionamento de drenos, substituição de peças, dentre outros cuidados.

#2 Programe manutenções no tempo adequado


De  maneira geral, o compressor passa por uma revisão a cada 4 mil horas de funcionamento ou a cada ano de uso, dependendo de qual situação ocorrer primeiro. Por exemplo: um equipamento que roda 8 mil horas por ano, ou seja, em turnos de 24 horas por dia (plena carga), terá sua primeira manutenção logo depois de seis meses. Mas se o equipamento trabalhar apenas em turnos de 6 horas diárias, ou seja, em um regime de 2.000 horas por ano, a manutenção será realizada após um ano de funcionamento. A partir da primeira manutenção, ficará definido se a revisão do equipamento será feita por quantidade de horas trabalhadas (horímetro) ou anualmente.

#3 Faça a manutenção com o fabricante

Só mesmo quem produziu o compressor é capaz de dar toda a assistência que o equipamento precisa. O fabricante possui técnicos que conhecem a fundo os seus produtos e suas necessidades de manutenção. Um profissional sem esse conhecimento, pode deixar de verificar itens importantes, colocando em risco a garantia do bom funcionamento do seu compressor.

#4 Utilize sempre peças genuínas

Assim como o serviço de manutenção, as peças sobressalentes do seu equipamento também devem ser do mesmo fabricante do compressor. Peças não-genuínas não foram dimensionadas especificamente para o seu tipo de compressor e podem não se ajustar corretamente ao seu equipamento. Na substituição por um filtro de ar, por exemplo, você pode comprometer a qualidade da filtragem do ar ao ter optado por uma peça de outro fabricante – que ficou “amassada” dentro do compressor por ser grande demais.

#5 Faça um check-up completo do seu compressor

Além de peças e serviços de manutenção, o fabricante do seu equipamento também pode fazer o check-up completo da sua máquina. Uma análise mais profunda permite acompanhar o consumo de energia pelo compressor, seu nível de vibração e até mesmo se há excesso de umidade na rede de ar.

Solicite a visita de um dos nossos consultores técnicos e saiba como evitar paradas de produção!

Serviços Indústrias Produtos Compressores de ar Planos de Suporte ao Cliente Peças Auditoria e otimização