Vantagens de utilizar ferramentas pneumáticas em vez de elétricas

Os fabricantes irão sempre procurar maneiras de reduzir custos e melhorar o rendimento. Enquanto o preço inicial de uma ferramenta elétrica é atraente, as ferramentas pneumáticas oferecem um menor custo total de propriedade e maior produtividade a longo prazo. Por que isso acontece?

11 de Outubro de 2018

Ferramentas e Soluções Industriais

Aqui estão alguns motivos pelos quais as ferramentas pneumáticas são melhores do que as ferramentas elétricas:

Ergonomia superior - para esmerilhadeiras de alta produtividade, os fatores ergonômicos mais importantes são o peso e o nível de vibração da ferramenta. Segurar uma esmerilhadeira pesada um dia inteiro de trabalho coloca estresse e esforço sobre o operador. Se o operador também for exposto a altos níveis de vibração da esmerilhadeira, a situação se torna ainda pior. O processo de trabalho leva mais tempo, e o operador corre grandes riscos de sofrer futuras lesões relacionadas ao trabalho, resultando em licenças por doença.

Relação potência/peso - as esmerilhadeiras pneumáticas oferecem uma melhor relação potência/peso do que as esmerilhadeiras elétricas. Simplificando, as esmerilhadeiras pneumáticas entregam muito mais potência em relação ao seu tamanho e peso do que a maioria dos outros tipos de motor. Fabricantes de ferramentas elétricas, muitas vezes, classificam a potência de suas ferramentas pela potência fornecida pelos motores elétricos. O que não consta nas especificações das ferramentas elétricas é que a potência fornecida pelo motor elétrico não é a mesma potência que chega ao eixo. Na verdade, apenas 50 a 60% da potência nominal chega ao abrasivo montado na ferramenta. Por outro lado, nas esmerilhadeiras pneumáticas, a potência na entrada é igual à potência na saída. Uma ferramenta pneumática com classificação de 1 HP fornecerá 1 HP de potência de remoção de material no eixo.

Maior produtividade - uma esmerilhadeira pneumática não é sensível a sobrecargas e pode manter a potência indicada, fornecendo uma taxa de produção maior. O operador utilizando uma ferramenta elétrica precisa tomar cuidado para não sobrecarregar a ferramenta, pois isto irá danificar o motor - levando a reparos caros ou à substituição da ferramenta.

Sem riscos de choque elétrico - esmerilhadeiras de todas as variedades são muitas vezes utilizadas em ambientes em que há a presença de umidade, materiais condutores e líquidos inflamáveis. Cabos e fios danificados representam um risco para a segurança do operador, resultando em choque elétrico. Além disso, fabricantes de metal muitas vezes dependem de produtos químicos inflamáveis, como acetona, para limpar e preparar os metais antes da soldagem. Piscinas de líquidos derramados podem rapidamente ser inflamadas por cabos elétricos defeituosos. As concentrações de vapores podem ser maiores quando se trabalha em espaços confinados, como aqueles encontrados nos setores de mineração e de limpeza de tanque. Em contraste, as ferramentas pneumáticas não usam eletricidade e seus motores pneumáticos de palhetas rotativas não geram nenhuma faísca.

Alto desempenho em ambientes adversos - as duas maiores ameaças que afetam a vida útil das ferramentas elétricas são a poeira e o calor — deixar cair na água ou sob um sol quente também não ajuda. Por sua própria natureza, os motores elétricos têm um ciclo nominal que deve ser respeitado. Sem um descanso periódico, o calor gerado pelo próprio motor irá diminuir o desempenho e, eventualmente, irá causar uma falha prematura da ferramenta. Além disso, a geração de partículas é inerente a qualquer processo de remoção de material. Com os compartimentos do motor de grades abertos necessários para o resfriamento, os motores das ferramentas elétricas ficam mais suscetíveis ao acúmulo de poeira e detritos. Em contraste, as ferramentas pneumáticas são projetadas especificamente para uso em fundições, estaleiros, plataformas de petróleo off-shore, usinas elétricas, instalações de fabricação de metal e refinarias petroquímicas. As ferramentas pneumáticas têm um ciclo de trabalho de 100%, o que significa que são projetadas para funcionar 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Facilidade de manutenção - uma esmerilhadeira de classe industrial não é um equipamento descartável. Pode ser periodicamente recondicionada e reparada por muitos anos. O intervalo médio de manutenção de uma ferramenta elétrica está entre 60 e 120 horas, momento em que a ferramenta normalmente precisará de escovas novas. Comparativamente, uma ferramenta pneumática de classe de garagem/manutenção é de 200 horas na média entre os intervalos de serviço, enquanto uma esmerilhadeira pneumática de classe industrial pode funcionar 2.000 horas entre ajustes.


Conclusão - independentemente se você estiver removendo rebarbas de peças em uma oficina de usinagem, preparando uma superfície para pintura ou separando portões e elevadores em uma fundição, o objetivo de todos é terminar o produto mais rapidamente. Com as esmerilhadeiras pneumáticas, você gastará menos tempo realizando a tarefa e se sentirá mais seguro e mais confortável. Além disso, com sua classificação de ciclo de trabalho de 100% e intervalos de serviço longos, você gastará mais tempo trabalhando e menos tempo fazendo a manutenção das ferramentas. Embora o custo inicial de uma esmerilhadeira pneumática possa ser maior, é o custo total de propriedade que importa. As ferramentas pneumáticas são um bom investimento que resulta em ganhos significativos na produtividade industrial.