Nossas soluções
Atlas Copco Rental
Soluções
Indústrias atendidas
Por que optar pelo aluguel de equipamento?
Atlas Copco Rental
Por que optar pelo aluguel de equipamento?
Por que optar pelo aluguel de equipamento?
Por que optar pelo aluguel de equipamento?
Por que optar pelo aluguel de equipamento?
Por que optar pelo aluguel de equipamento?
Por que optar pelo aluguel de equipamento?
Recursos
Compressores
Soluções
Produtos
Compressores
Equipamentos de ar e gás de processo
Produtos
Equipamentos de ar e gás de processo
Equipamentos de ar e gás de processo
Equipamentos de ar e gás de processo
Linha de soluções de tratamento de condensados industriais
Produtos
Linha de soluções de tratamento de condensados industriais
Linha de soluções de tratamento de condensados industriais
Linha de soluções de tratamento de condensados industriais
Linha de soluções de tratamento de condensados industriais
Manutenção e peças
Compressores
Maximização da eficiência
Manutenção e peças
Maximização da eficiência
Maximização da eficiência
Maximização da eficiência
Peças do compressor de ar
Manutenção e peças
Peças do compressor de ar
Peças do compressor de ar
Peças do compressor de ar
Peças do compressor de ar
Planos de Serviço
Manutenção e peças
Serviços globais de pós-venda para as turbomáquinas
Manutenção e peças
Serviços globais de pós-venda para as turbomáquinas
Compressores
Energia Portátil
Soluções
Produtos
Energia Portátil
Equipamento leve de construção e demolição
Produtos
Equipamento leve de construção e demolição
Equipamento leve de construção e demolição
Equipamento leve de construção e demolição
Equipamento leve de construção e demolição
Equipamento leve de construção e demolição
Equipamento leve de construção e demolição
Equipamento leve de construção e demolição
Equipamento leve de construção e demolição
Equipamento leve de construção e demolição
Equipamento leve de construção e demolição
Torres de iluminação
Energia Portátil
Ferramentas e Soluções Industriais
Soluções
Indústrias atendidas
Ferramentas e Soluções Industriais
Indústrias atendidas
Indústria aeroespacial
Indústrias atendidas
Indústria aeroespacial
Indústria aeroespacial
Indústria aeroespacial
Indústria aeroespacial
Indústria aeroespacial
Ferramentas e Soluções Industriais
Ferramentas e Soluções Industriais

Preenchimento de espaços: Composto potente para um melhor desempenho

O gerenciamento de temperatura desempenha um papel fundamental para as baterias de alta tensão de veículos elétricos. As células da bateria só podem fornecer desempenho máximo dentro de uma determinada faixa de temperatura e não devem superaquecer. Para transferir efetivamente o calor causado pela operação da célula para o entorno, um composto térmico é aplicado à bandeja da bateria. Saiba mais sobre esta etapa crítica no processo de junção.

Os compostos de transferência de calor fornecem suporte para o gerenciamento térmico ativo de grandes baterias usadas em veículos elétricos. Eles transferem o calor causado pelo carregamento e descarregamento das células para estruturas de resfriamento apropriadas. Dessa forma, a bateria pode operar em sua faixa de temperatura ideal e não superaquecer. Isso é importante para atender aos requisitos de mercado enfrentados pelos veículos elétricos modernos em termos de segurança, desempenho, autonomia e tempos de carregamento curtos. Durante o processo de junção na produção de bateria, um material contendo preenchedores termicamente condutivos é aplicado à bandeja da bateria com alta precisão, evitando inclusões de ar. As unidades de célula são então instaladas no material líquido. Os sistemas de aperto da Atlas Copco podem levar em conta o comportamento de compostos viscosos de transferência de calor na junta, pressionar os compostos no lugar em uma camada uniforme e garantir um contato ideal entre o corpo e o módulo da bateria.

Definição do padrão de aplicação ideal

Padrão típico de aplicação de preenchimento de espaços

Padrão típico de aplicação variável de preenchimento de espaços para baterias EV

Para garantir a condutividade térmica do composto, a aplicação precisa sem inclusões de ar é essencial. Isso é um desafio porque o composto é geralmente aplicado em grandes quantidades a uma alta taxa de fluxo. Dependendo do processo de junção, as propriedades do material e a forma das peças, há vários padrões de aplicação disponíveis para garantir que os módulos sejam unidos ao composto sem nenhuma inclusão de ar. Esses padrões incluem linhas paralelas, variáveis ou um padrão de aplicação em forma de osso. Normalmente, são necessários testes abrangentes para definir o padrão de aplicação ideal em cada caso.

Em nosso Centro de Inovação em Bretten, reunimos fabricantes de baterias, produtores de equipamentos e fornecedores de materiais com nossos especialistas de junção. "Juntos, desenvolvemos o processo certo nas células de teste e ajustamos o material, o equipamento de medição e o processo de acordo com os requisitos específicos do projeto", disse Udo Mössner, especialista em junção de bateria no Departamento de Vendas Técnicas da Atlas Copco IAS, GmbH. Em cooperação com um renomado instituto de pesquisa, a Atlas Copco também está trabalhando em novas simulações para determinar o melhor padrão de aplicação possível com base nas propriedades do material e forças de pressão. Esse é um método que pode economizar tempo e dinheiro no futuro.

Monitoramento de qualidade em linha da aplicação de preenchimento de espaços

A aplicação de preenchimento de espaços pode ser monitorada por um sistema de visão integrado, quaisquer erros na posição do filete, na largura do filete e na continuidade do filete são detectados imediatamente.

A aplicação de preenchimento de espaços pode ser monitorada por um sistema de visão integrado, todos os erros são detectados imediatamente.

A largura, a posição e a continuidade do filete podem ser continuamente monitoradas por um sistema de sensor de câmera integrado na cabeça de medição. Erros de aplicação, como espaços no filete adesivo, são detectados imediatamente e podem ser corrigidos. Os sistemas modernos da Atlas Copco oferecem uma função de correção de filete para corrigir automaticamente os espaços no composto. Isso mantém o tempo de ciclo curto e reduz as despesas de retrabalho e de garantia de qualidade.

Compensação de tolerâncias: o máximo necessário, o mínimo possível

Verificação da bandeja da bateria: o espaço pode ser calculado com base nas medições do compartimento da bateria e dos módulos da bateria. Isso permite a medição precisa do composto de transferência de calor.

Verificação da bandeja da bateria: o espaço pode ser calculado com base nas medições do compartimento da bateria e dos módulos da bateria. Isso permite a medição precisa do composto de transferência de calor.

O uso econômico de compostos de transferência de calor não é apenas termicamente eficiente, mas também economiza custos. No entanto, ao dosar o material, é essencial levar em conta as tolerâncias no ajuste entre a bandeja da bateria e o módulo da célula. As tolerâncias nas várias partes resultam em espaços entre 0,5 e 3 mm. No processo de produção, os fabricantes geralmente aplicam muito material para garantir que os espaços sejam devidamente preenchidos, mesmo que as tolerâncias máximas forem atingidas. Muitos fabricantes, empreiteiros de construção de fábricas e especialistas em medição estão, portanto, trabalhando intensamente para garantir que a quantidade precisa de material necessário seja aplicada. Os especialistas da Atlas Copco estão desenvolvendo uma solução para a medição da carcaça e das células e a determinação precisa das tolerâncias nos espaços entre cada combinação de componentes usando um leitor 3D. Dessa forma, a quantidade de material necessária para preencher precisamente os espaços pode ser calculada. O volume é então controlado com precisão pelo sistema de medição e não usa a velocidade do robô, como anteriormente. "O ajuste de volume usando o controlador é muito mais preciso. Em relação ao processo, é um grande benefício se você não precisar mais trabalhar no programa de robôs. Isso permite uma economia de material de até 50% em comparação com as soluções convencionais", disse Mössner.

Injeção: primeiro, fixe os módulos e, em seguida, preencha os espaços

Aperto do módulo: o módulo é pressionado uniformemente sobre o composto de transferência de calor e aparafusado no lugar usando apertadeiras especiais da Atlas Copco. O resultado é uma superfície de contato limpa sem inclusões de ar.

Aperto do módulo: o módulo é pressionado uniformemente sobre o composto de transferência de calor e aparafusado no lugar usando apertadeiras especiais da Atlas Copco. O resultado é uma superfície de contato limpa sem inclusões de ar.

Alguns fabricantes decidiram não pressionar os módulos da bateria no composto de transferência de calor, mas injetar o composto no espaço. O espaço é preenchido de trás para frente. Essa abordagem também pode economizar material. A principal vantagem é que nenhuma força é aplicada às células sensíveis da bateria e o risco de inclusões de ar ou aperto desigual no material macio é minimizado. A desvantagem é que a inspeção visual da junta não é possível. Mössner acrescentou: "Já realizamos alguns testes com a injeção de composto de transferência de calor em nosso Centro de Inovação. Em grande parte, a viabilidade de usar essa abordagem depende do processo do cliente e do material individual. Um composto de baixa viscosidade deve ser usado. Se o espaço for muito pequeno, pode ser necessário usar uma pressão mais alta para injeção, o que também pode causar danos às células."

Equipamento especial para proteção contra abrasão

Layout de sistema: uma disposição de um sistema típico da linha de produtos SCA da Atlas Copco para aplicação de compostos térmicos de dois componentes.

Layout de sistema: uma disposição de um sistema típico da linha de produtos SCA da Atlas Copco para aplicação de compostos térmicos de dois componentes.

Todos os compostos de transferência de calor têm uma alta concentração de preenchimento para garantir a transferência de calor. Esses preenchedores geralmente consistem em óxido de alumínio ou hidróxido de alumínio, substâncias abrasivas que podem causar um rápido desgaste nas superfícies internas dos componentes da fábrica. Onde se espera taxas de fluxo especialmente altas, por exemplo, em assentos de válvulas, componentes de carboneto podem ser usados. Além disso, o diâmetro das peças deve ser o maior possível para reduzir a velocidade de fluxo. Essa abordagem permite que o desgaste seja minimizado. Para um manuseio confiável e produtivo de compostos de transferência de calor, são necessários componentes de medição e bomba robustos, especialmente projetados. A linha de produtos SCA oferece componentes especiais com durabilidade máxima.

Fundições e fabricação de metal Governo e Defesa Indústria Automobilística Soluções de junta Soluções de distribuição Indústria Geral Artigos Soluções de junta Fabricante de equipamento original Indústria aeroespacial Componentes Eletrônicos Indústria automotiva Máquinas e equipamentos pesados Construção naval Energia Indústria automotiva Indústria ferroviária