Custo do ar comprimido

Compressor Economy Compressors Compressed Air Wiki

A energia elétrica é a fonte de energia mais predominante na produção de ar comprimido industrial. Em muitas instalações de ar comprimido, muitas vezes, há possibilidades de economia de energia significativas e não utilizadas, incluindo recuperação de energia, redução de pressão, redução de vazamentos e otimização de operações através da escolha correta de um sistema de controle e regulagem, assim como a escolha do tamanho do compressor.

Custos de produção de ar comprimido

os custos de produção de ar comprimido podem variar

Ao planejar um novo investimento, o melhor a se fazer é olhar o máximo possível para o futuro e tentar avaliar os impactos de novas situações e demandas que talvez afetem a instalação de ar comprimido. Exemplos típicos incluem demandas ambientais, demandas de economia de energia, aumento dos requisitos de qualidade da produção e investimentos futuros em expansão de produção.

Operações otimizadas de compressores estão se tornando cada vez mais importantes, especialmente para indústrias maiores que dependem de ar comprimido. A produção mudará com o tempo em uma indústria em desenvolvimento e, consequentemente, as condições de operação do compressor também. Portanto, é importante que o suprimento de ar comprimido seja baseado tanto nos requisitos atuais quanto nos planos de desenvolvimento para o futuro. A experiência mostra que uma análise ampla e imparcial da situação operacional quase sempre resultará em melhoria da economia geral.

Redução dos custos com energia dos compressores

Os custos com energia são claramente o fator preponderante para o custo total da instalação. Por isso, é importante se concentrar em encontrar soluções que atendam às exigências por desempenho e qualidade, bem como as exigências por uma utilização eficiente da energia. O custo adicional associado à aquisição de compressores e outros equipamentos que atendam a essas duas demandas será percebido ao longo do tempo como um bom investimento.


Como o consumo de energia geralmente representa aproximadamente 80% do custo total, deve-se ter cuidado ao selecionar o sistema de regulagem. A diferença substancial nos sistemas de regulagem disponíveis excede as diferenças substanciais nos tipos de compressor. Uma situação ideal é quando a capacidade total do compressor é precisamente adaptada para o consumo de ar da aplicação. Isso frequentemente ocorre nas aplicações. A maioria dos tipos de compressores é fornecida com seu próprio sistema de controle e regulagem integrado, mas a adição do equipamento para controle compartilhado com outros compressores na instalação pode melhorar ainda mais a economia operacional.


A regulagem da velocidade tem se provado ser um método de regulagem apreciado devido ao seu grande potencial de economia de energia. Pense cuidadosamente e permita que as demandas da sua aplicação guiem sua seleção de equipamentos de regulagem de modo a obter bons resultados. Se apenas uma pequena quantidade de ar comprimido for necessária durante a noite e nos fins de semana, pode ser eficaz instalar um pequeno compressor adaptado a essa baixa demanda pontual.


Se, por algum motivo, uma determinada aplicação precisar de uma pressão de trabalho diferente, essa demanda deve ser analisada para descobrir se toda a produção de ar comprimido deve ser centralizada em uma instalação central de compressores ou se a rede deve ser distribuída de acordo com os diferentes níveis de pressão. O seccionamento da rede de ar comprimido pode também ser considerado para desligar certas seções durante a noite e nos fins de semana, a fim de reduzir o consumo de ar ou alocar custos internamente com base em medições de fluxo de ar.


Alocação de custos

Os custos de investimento são um custo fixo que inclui o preço de compra, os custos de construção de infraestrutura, instalação e seguro. A parte do custo de investimento como parte do custo total é determinada, em parte, pela seleção do nível de qualidade do ar comprimido e, em parte, pelo período de depreciação e pela taxa de juros aplicável. A parte dos custos de energia é determinada pelo tempo de operação anual, pela medida de utilização de carga/descarga e pelo custo unitário de energia. Investimentos adicionais, por exemplo, equipamentos para recuperação de energia, oferecem um retorno direto sobre o investimento na forma de menores custos de operação e manutenção.


Artigos relacionados