Preciso de um compressor isento de óleo ou lubrificado?

How-To Compressor Types Compressed Air Wiki Choosing an Air Compressor Compressors

Depois de compreender os tamanhos e os tipos de compressores, há uma última pergunta: devo usar um compressor de ar lubrificado a óleo ou isento de óleo. Para não complicar demais a resposta, sua escolha deve se basear na aplicação e no processo em que o ar comprimido será utilizado.

Preciso de um compressor isento de óleo?

você precisa de um compressor isento de óleo ou lubrificado a óleo? descubra aqui.

O primeiro passo para a seleção de qualquer compressor é avaliar as necessidades da sua instalação. Há casos em que as consequências da contaminação por óleo são muito altas; portanto, ter um compressor de ar isento de óleo é uma obrigatoriedade. No entanto, a maioria das oficinas pequenas, de fabricação e industriais utiliza compressores com injeção de óleo, pois as consequências da contaminação por óleo não são tão grandes como seriam em uma instalação de produção de alimentos, por exemplo. O óleo nos compressores de ar é utilizado para lubrificar, vedar e também resfriar o ar comprimido.

Se não houver necessidade imediata de ar comprimido isento de óleo, a maneira mais econômica é adquirir uma unidade lubrificada a óleo, como um compressor de parafuso com injeção de óleo. Os compressores isentos de óleo implicam um custo muito maior. Embora existam vestígios de óleo no ar comprimido, estes podem ser removidos com a utilização de equipamentos para tratamento do ar para uma qualidade adequada. O uso de filtros coalescentes pode limpar o ar comprimido até 0,01 mícron, que pode ser limpo ainda mais com a adição de um filtro ativado de carbono para se aproximar da pureza de ar Classe 1.

Quais são as diferentes classes de pureza do ar?

Os compressores de ar isentos de óleo são usados ​​para produzir uma ampla gama de produtos sensíveis, como semicondutores, medicamentos e papel. Mesmo o menor vestígio de óleo em tais aplicações pode ter efeitos adversos nos produtos e até mesmo nas pessoas. Classe 0 e “tecnicamente isento de óleo” são frequentemente usados ​​para sugerir que um compressor atende a certas normas. Embora esses termos sejam semelhantes, eles têm diferenças importantes que, se não forem levadas em consideração, podem levar a consequências inesperadas.


Para entender melhor, vamos olhar mais profundamente o significado de “isento de óleo”. Isento de óleo e sem óleo são usados ​​para descrever os compressores que não usam lubrificação na câmara de compressão. Enquanto os dois primeiros termos descrevem um tipo de compressor, Classe 0 e “tecnicamente isento de óleo” expressam a limpeza do ar após a compressão. Existem diferenças importantes entre esses termos, que explicaremos mais adiante neste artigo.


A Organização Internacional para Padronização (ISO, International Organization for Standardization) estabelece padrões mundiais para fins proprietários, industriais e comerciais. O ar comprimido possui seu próprio conjunto de padrões ISO. Dependendo da pureza final do ar (determinada pelo número de partículas por metro cúbico em função do tamanho das partículas), os compressores podem ser classificados da Classe ISO 0 à 5. A versão original dos padrões de pureza do ar comprimido da ISO (1991) foi “feita por e feita para” os fabricantes de filtros. O padrão definiu cinco classes de concentração de óleo, sendo que a melhor era a Classe 1.


 


Classe ISO 1 - Ar tecnicamente isento de óleo


A Classe 1 especifica uma concentração de óleo de 0,01 mg/m3 a 1 bar(a), 14,5 psia e 20 ˚C (68 ˚F), e a conformidade com esses critérios é, às vezes, chamada de “uma solução tecnicamente isenta de óleo”. No entanto, esses padrões foram editados em 2001 e ainda atualizados em 2010. O padrão atual estabelece limites para o teor total de óleo (aerossol, líquido e vapor) e um padrão específico foi introduzido para a medição de vapor de óleo. 


 


Classe ISO 0 - Ar isento de óleo 


Uma nova classe (Classe 0) foi adicionada para atender aos requisitos de qualidade mais rigorosos. A Classe ISO 0 é a escolha mais limpa. É possível garantir 100% de ar isento de óleo. Existem algumas alegações falhas na indústria que promovem compressores lubrificados a óleo com filtros e são chamados de “tecnicamente isentos de óleo”, assim como afirmam que a qualidade do ar costuma ser melhor do que a de um compressor isento de óleo. Essas alegações não são verdadeiras e o seu uso quando a Classe 0 é necessária pode levar a danos inadvertidos a produtos e/ou equipamentos sensíveis.


Ao escolher um compressor isento de óleo, certifique-se de escolher um compressor isento de óleo Classe 0 e não uma opção “tecnicamente isento de óleo”. Geralmente são mais caros, mas são muito mais seguros para serem usados em aplicações sensíveis. Com a Classe 0 é possível ter certeza de que absolutamente nenhuma contaminação chegará ao equipamento do usuário final e de que seus ativos estão protegidos. É sempre uma prática recomendável buscar orientação de um profissional de ar comprimido ao escolher um compressor de ar isento de óleo ou lubrificado a óleo.


Outras perguntas ao comprar um compressor